menu mobile

Home / Notícias

Notícias

Compartilhe:

30/08/2018 - Secretaria de Saúde

Município inaugura departamento de adaptação para portadores de hanseníase

Somente neste ano Primavera registrou 25 casos; a saúde pública da cidade trabalha para combater a doença

Primavera do Leste recebe nesta quinta-feira (30) o enfermeiro Manfred Robert Gobel, representante nacional da ONG alemã de assistência às pessoas com hanseníase e tuberculose, a DAHW. Manfred chega com a intenção de visitar o município, que por conta da endemia na cidade e Estado, tem intensificado os trabalhos para o combate a hanseníase. Somente a rede pública oferece assistência para diagnósticos precoces, além do tratamento devido e a reabilitação.

Aproveitando a presença do enfermeiro em Primavera do Leste, após visita no gabinete do prefeito Léo Bortolin, o especialista será conduzido até o Centro de Reabilitação Gervásio Pinto Pereira – antigo PAM – para a inauguração do Departamento de Adaptação de Calçados e Palmilhas. O setor atenderá pacientes que ficaram com deformidades nos pés, após contrair a hanseníase.

Este serviço está sendo possível por meio de parceria entre o Poder Executivo e a ONG DAHW, que, além do Brasil, está presente em mais de 40 países, ajudando na capacitação de profissionais que atendem pacientes com essas doenças.

As orientações da ONG são de grande valia para os profissionais de Primavera do Leste. Em 2017 foram registrados 19 casos novos de hanseníase no município. Em 2018, até o mês de agosto, foram registrados 25 casos. A Secretaria Municipal de Saúde prevê que esse número, até o final do ano, possa aumentar para 50. Mato Grosso é um dos estados que mais apresentam casos de hanseníase e a região sul, onde está localizada Primavera do Leste, é considerada hiperendêmica.

A hanseníase é uma doença transmissível por meio do convívio. Os riscos de transmissão são maiores quando o portador da doença não realiza o tratamento adequado. Uma forma de prevenção da transmissão é a descoberta da doença o mais rápido possível. E para isso é preciso ficar atento aos sintomas: manchas ou alteração de sensibilidade na pele. Como consequência a doença traz algumas incapacidades físicas. Os nervos periféricos das mãos, pés e olhos podem ser afetados, ocasionando dificuldade de movimentos e até mesmo a cegueira.

 

OUTRAS AÇÕES EM COMBATE A HANSENÍASE

 

Em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde, ocorrerá nos dias 3, 4 e 5 de setembro, capacitação em diagnóstico e tratamento de hanseníase, para todos os profissionais da rede básica de Primavera do Leste, com oferta de vagas para profissionais da região.

No mês seguinte, nos dias 8 e 9 de outubro, o município receberá a Carreta da Hanseníase. O veículo será instalado no pátio da Prefeitura para atender toda a população. Hoje toda a equipe de profissionais está envolvida nesse projeto, que está sob coordenação do enfermeiro Lourenço Ribeiro Cruz neto, especialista na área e com mais de 30 anos de experiência.

 

Ascom - Prefeitura de Primavera do Leste

Comentários




Comentário



código

código captcha

Nome *


E-mail * (o e-mail não será divulgado)

Veja também:

Mutirão atende mais de 600 pacientes com consultas oftalmológicas

Vacina contra hepatite A tem alto índice de proteção na primeira dose

Posto de Saúde é inaugurado para atender a região dos bairros Buritis

Município receberá Carreta da Hanseníase para atendimento gratuito

Unidades de saúde atenderão mulheres até as 20h em outubro

Primavera é premiada por ultrapassar meta de vacinação contra pólio e sarampo

Dia “D” de vacinação antirrábica ocorrerá neste sábado (22)

Primavera do Leste se destaca no Prêmio Nacional do Conselho Federal de Odontologia

Município ultrapassa meta de vacinação contra sarampo e poliomielite

Upa de Primavera do Leste aprimora ficha clínica de pacientes

Veja mais

Prefeitura Municipal de Primavera do Leste / MT
Todos os Direitos Reservados

Rua Maringá, 444 - Centro
Primavera do Leste - MT - CEP 78850-000
(66) 3498-3333